Letra: Calema - Casa de Madeira - Marimba-Musik | O Seu Mundo Digital --> -->
26 outubro 2017

Letra: Calema - Casa de Madeira


CASA DE MADEIRA Inventas tanta coisa boa eu inocente caio à toa sem ter noção prometes me dar uma casa de madeira lá na lua em frente ao sol é tão fácil me iludires quando sabes que eu só tenho olhos para ti teu silencio é o juiz quanto mais me condena mais quero te ver outra-vez por mais que a vida desista de mim o meu castigo é viver preso a ti mesmo que eu morra ao tentar te mudar farei mesmo assim Porque tu, és só tu Porque tu Farei mesmo assim, porque és tu é tão fácil me iludires quando sabes que eu só tenho olhos para ti teu silencio é o juiz e quanto mais me condena mais quero te ver outra-vez por mais que a vida desista de mim o meu castigo é viver preso a ti mesmo que eu morra ao tentar te mudar farei mesmo assim Porque tu, és só tu Porque tu, és só tu, és só tu   Mesmo na solidão eu tento perceber O porquê da ilusão, se só um está a sofrer Entre a espada e o céu Entre o céu o que é meu Sei que vou-me perder Porque tu És só tu Porque tu

0 comentários:

Enviar um comentário

Copyright © 2017-2018 Marimba-Musik || O Seu Universo Digital- Todos Direitos Reservado-Angola
Editado Por: Neves Alberto